Linha Matéria-prima

ESPECIALIDADES BRASILEIRAS
ESPECIALIDADES BRASILEIRAS
ÓLEOS BIOATIVOS
ÓLEOS BIOATIVOS
ÓLEOS TRADICIONAIS
ÓLEOS TRADICIONAIS

Newsletter

Informativos

Manteiga de Cupuaçu

Visualize a ficha técnica em PDF

Extraída das sementes do cupuaçu (fruto típico da Amazônia), essa manteiga derrete ao entrar em contato com a pele humana, provendo maciez e suavidade. Por ter composição balanceada de ácidos graxos saturados e monoinsaturados, ser um hidratante e emoliente natural e dar brilho à pele, ela é muito usada em formulações cosméticas.

 

 

 FICHA TÉCNICA

INCI: Theobroma grandiflorum seed oil

PARTE DA PLANTA UTILIZADA: sementes selecionadas

MÉTODO DE EXTRAÇÃO: prensagem (expeller pressing)

ENVASE E EMBALAGEM: em PEAD (6-50L) ou frasco de vidro âmbar (1L)

 

PROPRIEDADES: É um óleo solidificado à temperatura ambiente devido ao alto teor de ácidos graxos saturados em sua composição. Mas devido ao calor do corpo humano, ao entrar em contato com a pele a manteiga de cupuaçu derrete, proporcionando hidratação e emoliência. Mais macia que a manteiga de cacau1, a manteiga de cupuaçu possibilita a recuperação da umidade e elasticidade natural da pele, principalmente quando está seca e maltratada, proporcionando maciez e suavidade. Por conter fitoesteróis insaponificáveis que atuam em nível celular, a manteiga de cupuaçu tem propriedade antiinflamatória da pele, o que estimula o processo de cicatrização atenuando dermatites e ulcerações2. Esses fitoesteróis também regulam o equilíbrio hídrico e atividade dos lipídeos da camada superficial da pele2. E por possuir alta capacidade de absorção de água, essa manteiga contribui para a estabilidade de emulsões além de aumentar seu efeito hidratante2.  

 

 

USO COSMÉTICO: Hidratantes faciais e corporais; cremes de massagem; formulações antienvelhecimentos; óleos de banho; condicionadores e máscaras capilares; emulsões e bálsamos pós-barba.

 

 

COMPOSIÇÃO EM ÁCIDOS GRAXOS (%)2  

ácidos graxos

%

(C16:0) Palmítico

7,2

(C16:1) Palmitoléico– ômega 7

0,1

(C17:0) Heptadecanóico

0,2

(C18:0) Esteárico

30,8

(C18:1) Oléico – ômega 9

43,9

(C18:2) Linoléico – ômega 6

4,6

(C20:0) Araquídico

11,0

(C20:1) Gadoléico

0,4

(C22:0) Behênico

1,8

 

 

 FRAÇÃO INSAPONIFICÁVEL2 

 

Esteróis
%

Colesterol

0,29

Campesterol

4,40

Stigmasterol

10,35

Clerosterol

0,93

β-Sitosterol

78,56

Sitosterol

0,93

δ-5 avenasterol

3,48

δ-7 avenasterol

0,41

δ-7 estigmasterol

0,65

 
 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 
1.       Lannes, S.C.S., Medeiros, M.L. & Gioielli, L.A. 2003. Physical interactions between cupuassu and cocoa fats. Grasas y Aceites, 54, 253-258.
2.       Oliveira, L.M. 2003. Benefícios comprovados de óleos brasileiros. Cosmetics & Toiletries (edição em português), 15, 50-56.

 

RSS E-mail Print Comentar