Linha Matéria-prima

ESPECIALIDADES BRASILEIRAS
ESPECIALIDADES BRASILEIRAS
ÓLEOS BIOATIVOS
ÓLEOS BIOATIVOS
ÓLEOS TRADICIONAIS
ÓLEOS TRADICIONAIS

Newsletter

Informativos

Óleo de Licuri

Visualize a ficha técnica em PDF
Esse óleo é na verdade uma manteiga, pois apresenta baixo ponto de fusão (aprox. 30 ºC). Apesar do seu aspecto sólido ele derrete assim que entra em contato com a pele humana. Por ter composição balanceada de ácidos graxos saturados e monoinsaturados é muito usado em formulações cosméticas.

 

FICHA TÉCNICA

 

Nomenclatura: Syagrus coronata oil
PARTE DA PLANTA UTILIZADA: amêndoas selecionadas
MÉTODO DE EXTRAÇÃO: prensagem a frio
ENVASE E EMBALAGEM: sparging com gás nitrogênio em PEAD (5L) ou frasco de vidro âmbar (1L)

 

PROPRIEDADES: O licuri, conhecido também por ouricuri, é fruto de uma palmeira típica do semi-árido e cerrado do Brasil. O diferencial do óleo do licuri é o alto teor de ácidos graxos saturados de cadeias médias (ácidos caprílico, cáprico e láurico), que são inclusive mais curtas que as do óleo de coco. Isso confere ao óleo excelente espalhabilidade e penetração. Tem também baixa acidez e alta estabilidade. Para as comunidades saboeiras da região semi-árida do Brasil, esse é o melhor óleo para produção de sabão .


USO NUTRICIONAL/COSMÉTICO:
é muito apreciado como azeite, regado sobre carnes e peixes. Como cosmético, é usado principalmente para fazer sabão. Seu uso em outros produtos ainda é raramente explorado.


COMPOSIÇÃO EM ÁCIDOS GRAXOS (%)
 

Ácidos graxos

%

(C8:0) Caprílico

24,7

(C10:0) Cáprico

13,9

(C12:0) Láurico

36,4

(C14:0) Mirístico

7,2

(C16:0) Palmítico

4,0

(C18:0) Esteárico

3,0

(C18:1) Oléico – ômega 9

4,1

(C18:2) Linoléico – ômega 6

1,0

DADOS FÍSICO-QUÍMICOS*

Parâmetros

Referência

aparência

baixa viscosidade

cor

amarelo claro

odor

característico

índice de acidez (mg KOH/g)

máx. 4,0*

peróxido (meq/kg)

máx. 15*

umidade

0%

*Valores de referência para óleos prensados a frio e
não refinados conforme RDC 270 de 22 de
setembro de 2005 (ANVISA).

REFERÊNCIAS
1. Ramalho, CI. Licuri (Syagrus coronata Disponível em:
http://www.cca.ufpb.br/lavouraxerofila/pdf/licuri.pd f(acessado em novembro de 2010).
2. Gomes Neto RJ, Carvalho AS, Jesus DS, Duarte FJB, Veloso MCCl (acessado em outubro de 2009). Extração
e caracterização do óleo da amêndoa do licuri (Syagrus coronata). 32a Reunião Anual da Sociedade
Brasileira de Química, 2009. Disponível em http://sec.sbq.org.br/cdrom/32ra/resumos/T2055-1.pfd
 

RSS E-mail Print Comentar